Saúde

A medicina veterinária já desenvolveu vacinas que protegem os gatos de muitas doenças fatais. Alem da raiva, as imunizações os mantêm longe da rinotraqueite e calicivirose (a gripe dos gatos), a panleucopenia (que causa baixa da imunidade e problemas intestinais), a leucemia felina (responsável por infecções crônicas sendo na maioria das vezes fatal), a clamidiose (zoonose que causa rinite e rinitraqueite) e a imunodeficiência felina (conhecida como a AIDS dos gatos). Mas inúmeras outras doenças ainda não possuem vacina. Por isso é importante cuidar sempre da saúde do seu gatinho com visitas periódicas ao veterinário e uma alimentação adequada. Os primeiros sinais de que algo não esta bem com o seu gato são: desinteresse pela comida, emagrecimento, diarréia, vômitos e desanimo.

Calendário de vacinação

A vacinação correta é muito importante par a saúde do seu gatinho, dos outros animais e de todas as pessoas que tem contado com ele. O calendário de prevenção básico é bem simples e fácil de seguir:

Idade

30 dias

45 dias

60 dias

90 dias

120 dias

A cada 12 meses

Prevenção

Vermifugo (1ª dose)

Vermifugo (2ª dose)

Vermifugo (3ª dose) + Vacina Multipla (1ª dose)

Vacina Multipla (2ª dose)

Vacina anti-rábica

Vermifugo + Vacina Multipla + Vacina anti-rábica

 

Alimentação

Os gatos têm necessidades nutricionais diferentes de outras espécies. É por isso que necessitam de alimentos desenvolvidos especificamente para eles. Qualquer mudança na alimentação, mesmo que seja só da marca de ração, deve ser feita de forma gradativa. Mudanças bruscas de alimentação podem causar distúrbios gastrointestinais. Os gatos que tem livre acesso à comida podem comer de 10 a 20 pequenas refeições diariamente. Sua dieta requer um alto nível de gordura e proteína se comparados com os cães, e doses extras dos aminoácidos; taurina, arginina, cisteína e metionina.

Mantenha sempre a higiene dos comedouros e bebedouros. Use os mais pesados para que não virem com facilidade. Evite o uso de comedouros e bebedouros plásticos. Alguns gatos apresentam uma reação alérgica ao plástico, chamada Acne Felina.

Os gatos, como as pessoas, possuem gostos diferentes, é comum que alguns não aceitem alimentos que outros gatos adoram. Procure descobrir qual alimento que seu gato mais aprecia. O ideal seria que comessem comida de verdade e não ração, mas essas dietas precisam ser minuciosamente preparadas para suprir todas as necessidade nutricionais deles. Quem tiver interesse em oferecer esse tipo de alimentação para seus bichanos recomendo este site. 

Se optar por raçoes comerciais para seu gato, procure sempre oferecer as super premiuns. Mas não deixe de enriquecer a alimentação dele com comida úmida todos os dias. Pode ser saches comerciais ou então carne moída, peixe ou frango.


Dando um comprimido para seu gato

Dar comprimidos ao seu gato é simples quando você sabe como fazê-lo. É difícil enganar um gato porque os comprimidos em sua maioria não podem ser escondidos em uma quantidade de alimento que ele abocanha. Além disto, os gatos são curiosos e desconfiados, de modo que fuçam qualquer alimento novo. Simplesmente coloque o comprimido onde o gato tem que engolir.

A forma mais eficaz de fazer isto é colocando o gato em seu colo, com suas costas para você de modo que ele não possa escapar. Em seguida, agarre os dentes da mandíbula superior e incline a cabeça para trás, sobre o pescoço. Você poderá, então, deixar o comprimido cair na garganta. Algumas vezes, você precisará dar um leve empurrão. Seu gato não gostará disto, mas lembre-se de que é para o seu próprio bem.